24 de janeiro de 2012

No. 6: As primeiras impressões destra trama extremamente original

Sabe quando temos vontade de ver algum anime, mas não sabemos o que assistir? E então resolvemos assistir o primeiro que encontrarmos pela frente? Pois então, No. 6 apareceu para mim exatamente dessa maneira.


O anime trata de uma ficção científica bem elaborada. Me lembrou um pouco o livro Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley... tendo como palco uma cidade aparentemente perfeita, mas que na verdade
representava uma utopia plausível! 

Fiquei impressionado com o primeiro episódio. Não que seja algo tão instigante assim, mas por existir uma grande expectativa ao redor do enredo. Talvez a temática um pouco lenta, mas com algumas cenas de ação pode desagradar alguns, mas a união de um bom roteiro e animação impecável tornam o anime muito interessante. 

A trama ocorre em torno de Shion, um garoto de doze anos, estudante renomado e com especializações em ecologia, habitante da cidade No. 6. Em uma noite em que um tufão se aproximava, um garoto, Nezumi, invade seu quarto tentando refugiar-se da polícia, com graves ferimentos em um braço. 

Os dois tornam-se amigos rapidamente apesar do jeito grosso e extravagante de Nezumi. Shion trata das feridas de Nezumi e o ajuda a fugir, mesmo sabendo que era um foragido muito importante. Após o incidente é expulso de sua casa e perde muito dos privilégios que tinha por ser um ótimo estudante.


Até aí tudo bem, nada de tão novo assim... mas o desenho começa a mostrar um mundo tecnológico gigantesco e a origem dessa cidade misteriosa, criada após uma grande guerra que destruiu quase toda a área habitável, juntamente com outras cinco grandes cidade-estado. 

Shion ainda contava com uma amiga, Safu que teve grande participação na história. Aparentemente um par romântico iria aparecer ali... Quatro anos se passam e coisas estranhas começam a ocorrer. Pessoas envelheciam e morriam em segundos e a cidade perfeita tenta ocultar estes acontecimentos, até que o protagonista presencia uma dessas mortes e é preso, mas salvo por Nezumi.



O mais interessante é como os assuntos são tratados à partir daí. Em muitos momentos comecei a achar estranha a relação que se desenvolvia entre Nezumi e Shion. Mas não imaginava que o shoujo pudesse ter um lado yaoi. Não creio que isso tenha trazido aspectos negativos para a série, talvez muito pelo contrario...


No. 6 é mais uma recomendação do Anime Itadakimasu! Com doze episódios e uma envolvente narrativa, assisti-lo rapidamente é bem fácil e nada cansativo.

1 comentários: